Linhas de atuação - Incentivo à Excelência - Prêmio Fundação Bunge - Galeria de Premiados - Aracy Amaral - Fundação Bunge
Texto

Incentivo à Excelência

Premiado

Aracy Amaral

Área: Artes - Museologia

Ano: 2006

Prêmio: Fundação Bunge

Síntese: A paulista Aracy Abreu Amaral é um dos nomes mais respeitados da área de museologia no Brasil. Graduada em Jornalismo, pela Pontifícia Universidade Católica (PUC-SP), mestre em História e doutora em História da Arte, pela Universidade de São Paulo (USP), Aracy foi diretora do Museu de Arte Contemporânea da USP (1982 - 1986) e da Pinacoteca do Estado de São Paulo (1975 – 1979). Foi curadora de exposições no Brasil e exterior, coordenou antologias como “Mundo Homem Arte em Crise” e “Dos murais de Portinari aos Espaços de Brasília” e publicou textos sobre artistas contemporâneos, tais como “Fernando Lucchesi” e “José Bento”. Pesquisadora do modernismo brasileiro, possui publicações sobre o tema, assim como sobre a arte brasileira contemporânea e sobre o período colonial. Entre elas: “Artes Plásticas na semana de 22”, “A Hispanidade em São Paulo” e “Tarsila, sua obra e seu tempo”. Conquistou diversos prêmios: Prêmio Jabuti, na categoria Ciências Humanas, Prêmio de Museologia Paulo Duarte, concedido pelo Museu de Arte Contemporânea da USP, Prêmio Nacional da Crítica, da Associação Brasileira de Críticos de Arte e Medalha Rodrigo Mello Franco de Andrade, do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional. A historiadora e crítica de arte é também membro do ICOM (International Council of Museums), do CIHA (Comitê Internacional de História da Arte)  e CBHA (Comitê Brasileiro de História da Arte) e professora titular (aposentada) de História da Arte pela Faculdade de Arquitetura e Urbanismo (FAU – USP). Atualmente é responsável pelo Projeto Rumos, do Instituto Itaú Cultural.