Paulo Bomfim, Mariana Ianelli, Nilson Villa Nova e Genei Dalmago são os contemplados com o Prêmio F - Novidades - Fundação Bunge
Texto

Novidades

Paulo Bomfim, Mariana Ianelli, Nilson Villa Nova e Genei Dalmago são os contemplados com o Prêmio F


Publicado em 01/08/08 às 12h04 envie a um amigoenvie para um amigo imprimir esta
novidade

A Fundação Bunge acaba de anunciar os nomes dos contemplados com o Prêmio Fundação Bunge 2008. São eles: Paulo Bomfim e Mariana Ianelli, na área de literatura, nas categorias Vida e Obra e Juventude, respectivamente e Nilson Villa Nova e Genei Dalmago, em Agrometeorologia, também nas categorias Vida e Obra e Juventude.A escolha dos agraciados coube ao Grande Júri, formado por reitores e representantes de entidades e institutos científicos e culturais de todo o país, em solenidade realizada, em 1 de agosto, no Tribunal de Justiça de São Paulo.O Prêmio Fundação Bunge é considerado um dos mais importantes estímulos à produção intelectual, por reconhecer o trabalho de personalidades que contribuem para o desenvolvimento do Brasil. Os candidatos são indicados por universidades e entidades científicas e culturais brasileiras. Uma Comissão composta por especialistas para cada ramo da premiação, pré-seleciona dois nomes em cada ramo do conhecimento, indicando-os para a decisão do Grande Júri. No caso dos jovens talentos, a Comissão escolhe diretamente os homenageados.Os agraciados receberão medalhas de ouro e prata, diplomas em pergaminho e um prêmio de R$ 40 mil para a categoria Juventude e R$ 100 mil para a categoria Vida e Obra. A entrega dos prêmios será em setembro, no Palácio dos Bandeirantes, em São Paulo.

Veja os currículos dos agraciados:

Paulo Bomfim nasceu em São Paulo (SP) em 1926. Iniciou suas atividades jornalísticas em 1945, no Correio Paulistano, indo a seguir para o Diário de São Paulo a convite de Assis Chateaubriand onde escreveu durante uma década Luz e Sombra, redigindo também Notas Paulistas para o Diário de Notícias, do Rio de Janeiro. Foi diretor de Relações Públicas da Fundação Cásper Libero e fundador, com Clóvis Graciano, da Galeria Atrium. Homem de TV, produziu Universidade na TV juntamente com Heraldo Barbuy e Oswald de Andrade Filho, no Canal 2 e Crônica da Cidade e Mappin Movietone no canal 4. Publicou seu primeiro livro, Antonio Triste, em 1947. Em seu prefácio, Guilherme de Almeida saudava o jovem estreante como “O novo poeta mais profundamente significativo da nova cidade de São Paulo”. O livro foi premiado no ano seguinte pela Academia Brasileira de Letras com o Prêmio Olavo Bilac. Suas obras destacam-se pelas raízes eminentemente paulistas e pela absoluta independência a todos os movimentos literários surgidos na sua época. Ao longo de mais de 50 anos de carreira Bomfim publicou diversos livros. Destaque para: Poema do Silêncio (1954); Armorial (1956); Sonetos (1959); Ramo de Rumos (1961); Sonetos do Caminho (1983) e Janeiros de meu São Paulo (2006). Suas obras foram traduzidas para o alemão, francês, inglês, italiano e castelhano. Em 1963, passou a ocupar a cadeira de número 35 da Academia Paulista de Letras.

Mariana Ianelli, jornalista e escritora, nascida em São Paulo em 1979, tem uma produção poética das mais consistentes entre os autores jovens da literatura brasileira. Suas poesias são de alta qualidade e tecnicamente bem trabalhadas. Graduou-se em jornalismo e fez mestrado em Literatura e Crítica Literária pela Pontifícia Universidade Católica – PUC/SP. Possui cinco livros publicados: Trajetória de antes (1999), Duas Chagas (2001), Passagens (2003), Fazer Silêncio (2005) e Almádena (2007), todos pela editora Iluminuras. Atua também como mestre em literatura e crítica literária. Como resenhista colabora com os jornais O Globo – Caderno PROSA&VERSO, do Rio de Janeiro e Rascunho, do Paraná. Participou de diversos eventos da área da literatura, com destaque para: Le Printemps des poetes, em Rennes, na França; Projeto Escritor nas Bibliotecas, da Secretaria Municipal de Cultura de São Paulo; 12º Jornada Literária de Passo Fundo (RS); Rumos de Literatura e Crítica Literária, em Pernambuco; Projeto de incentivo à leitura Escritor na Escola, da Academia Paulista de Letras e A poesia no final do século, integrante do ciclo A poética – anos 70, 80 e o final do século, do Centr



Comentários

Os comentários divulgados no site da Fundação Bunge são de responsabilidade dos usuários e não refletem os valores da Fundação Bunge.

Nenhum comentário encontrado

Envie seu comentário



Imagem de segurança



Mais notícias

14/11/18 - Homenageados recebem Prêmio Fundação Bunge Com a presença de cerca de 300 pessoas e convidados ilustres, o evento foi realizado na sede do Centro de Integração Empresa-Escola (CIEE), em São Paulo

08/11/18 - Prêmio Fundação Bunge homenageia escritores de Literatura Infantojuvenil e pesquisadores da área de Ciências Agrárias Cerimônia de entrega acontecerá no dia 13 de novembro, em São Paulo

10/10/18 - Rondonópolis terá programa para qualificação e inserção de jovens e pessoas com deficiência no mercado de trabalho Iniciativa lançada nesta terça-feira, 9, conta com a participação da Prefeitura e de cerca de 100 empresas, representantes de sindicatos, associações, entidades e autoridades

26/09/18 - Voluntários do Comunidade Educativa promovem atividades em diversas regiões brasileiras O objetivo dessas ações é promover reflexões sobre diversidade

14/09/18 - Fundação Bunge no 11º Encontro da ABRH O evento aconteceu dia 12 de setembro com o tema Gente, Gestão e Resultado: O poder está nas pessoas

23/08/18 - Empresários e entidades de Rondonópolis se reúnem para discutir inserção de jovens e pessoas com deficiência no mercado de trabalho O objetivo dessa rede é a construção de um projeto para qualificar esse público no mercado de trabalho da região